quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Ego Ego Ego




Nós temos sido convidados quase que diariamente a 'responder' na mesma moeda, as provocações de um certo Conselho de Bruxaria que se diz tradicional e um certo Caldeirão que se "ACHAM" donos das diversas vertentes da Bruxaria Tradicional e querem ensinar à nós aquilo que eles desconhecem. Esse pessoal passa o dia copiando nossas fotos e imagens, plagiando nossos artigos sem ao menos dar uma releitura inteligente à eles, e ainda, estão sempre procurando denigrir as pessoas, batendo de frente com qualquer artigo bruxo que tem conteúdo, dando a impressão que eles ficam o dia inteiro na internet pesquisando quem é que postou algum artigo ou matéria digna, a fim de que eles possam tecer o veneno da inveja e do despeito feito letras, sinalizando que os artigos dignos representam pra eles uma ameaça real e mortal, como se nossos artigos fossem colocar a vida do CBT em risco eminente de morte. Todos esse atos são cometidos por eles  desnecessariamente, e por fim, arrumam encrenca em todos os locais por onde estão e se esquecem que o vosso mal-carater fala por si.  Pessoas tal como a Loba Camaleoa e YellowCat compram a dor do chefinho e aparecem também na internet querendo afirmar sua verdade falsa sobre o Caminho Lupino, sem ao menos ter o sangue e sobrenome Lupino. Fato é fato, e contra fatos não há argumentos! Qualquer pessoa que venha substituir esse legado do Ricardo, certamente é da mesma índole! Ou certamente sua bruxaria é insuficiente pra si mesmo e precisa do CBT para fazer valer seu nome. Sábio é deixar escoar a água suja no ralo! Quem tem olhos para ver, que veja!

Contudo... Hoje (como vocês já perceberam) venho quebrar o silêncio.

Entretanto, vou desenhar à vocês, já que são incapazes de ler, ouvir, aprender e fazer primeiro com vocês mesmos. Certamente vocês não lembram (porque desconhecem) aquela frase que nós bruxos nascidos em 'forno' bruxo, em útero bruxo, ouvimos no prezinho da magia: "quem não se transforma no interior, não pode transformar seu exterior", e até agora como eu não fui claro pra vocês que pertencem à esse caldeirão de barro, vou desenhar chamando as nobres lições da alquimia, na esperança que o verdadeiro sábio conduza à si mesmo ao forno de Vulcanus! Ah, claro, vocês não estão autorizados a copiar nenhuma das imagens postadas nesse blog, sua conduta ficará clara ao falar do seu carater ao seu ouvido, antes de mais nada, julgue a si mesmo.



Até hoje, nosso silêncio frente aos falatórios, mantido até esta data não foi autorização para que ninguém se colocasse como superior ou inferior, nem conformismo, e sim é devido ao que somos, já que nós fazemos a lição de casa! E como o direito de resposta é algo inerente, venho impor o limite que não deve ser ultrapassado. Fui claro?



Que o Palco fique ao vosso dispor, já que o verdadeiro artista (aquele da Arte) é quem sabe viver sem a luz dos holofotes solares.
Não entendeu? Ok, vou dar mais uma chance, vou explicar como se alguns dentre vocês tivessem 12 anos de idade, bem facinho de entender, até uma criança de 6 anos sabe o que é isso.
O Ego mora na carne, é vaidade, é Abel. A morte do ego significa a supremacia do Espírito sobre ele, não o inverso!
Pensar com o ego é o mesmo que criticar este artigo, é a mesma coisa que formular em sua mente um contra-argumento para justificar o por que você discorda dessa lição tão antiga. Deixar o ego fluir é JULGAR o outro! "Matar" o ego simboliza matar Abel, o Barro! Limpe-se do seu barro! Matar o ego significa permitir o domínio do Espírito sobre a matéria, é tornar poderosa a vontade da alma, é sofrer uma transformação de fato!
E agora, fui claro ou quer que eu desenhe também? Nós estamos aqui para que vocês saibam que vocês não são a única expressão da verdade crua e pura, nós não somos inimigos nem caminhamos no vosso paganismo mascarado de bruxaria que nada tem de tradicional, nós somos muitos e estamos em todos os lugares, e se você parar pra pensar, poucos são os Lupinos que vem na internet revelar a discrepância que vocês vem fazendo usando o nome da Arte Bruxa, e isso se dá porque fazemos a lição de casa! Se vocês querem ver essa disputa atenuar, calem-se frente ao nosso nome e limitem-se a falar somente do que vocês conhecem, ou seja, da religiosidade pagã e das pesquisas culturais pagãs. Chamem à isso de bruxaria como quiserem, mas não digam que esta é a única expressão da Arte Bruxa! Aprendam a dividir espaço com quem caminha na Arte muito antes de vocês nascerem!!


E para quem quer se transformar, ou melhor, para quem acha que é bruxo, ou melhor ainda, para quem vive publicando que nós não compartilhamos conhecimento, fica a dica:



Xarope da sabedoria

Valaskes Seixas escreveu-me perguntando se eu tinha um xarope pra dar sabedoria pra ele.

Eu respondi: Querido Valaskes, Há sim, 3 tipos de xarope. 


O da Decocção que é nobre, 
O da Tintura que é fácil de fazer e... 
O Natural que é amargo.

Qual você quer?

Ele me pediu o mais fácil de fazer...

A seguir está a fórmula dos três xaropes para ganhar sabedoria: 

1ª por reflexão, que é o mais nobre; 
2ª por imitação, que é o mais fácil; e... 
3ª por experiência, que é o mais amargo.

O primeiro domina e mata o ego. Os demais...bem, esses nós podemos ler nos vossos blogs, com ênfase no segundo, e o último foi o resultado da saída deprimente do chefinho do CBT que nunca foi bruxo e pôs a perder vidas e vidas que ingenuamente o seguiram sem saber pra onde estavam indo! Alguém ali sabia cultivar mais revoltados do que ele próprio? Quem planta, colhe, não é mesmo?
Não estamos aqui para sermos o opositor de ninguém, mas se você nos elegeu como tal, agradeço o poder dado à nós e desejo-lhes boa sorte. Feitiços por Feitiços, feiticeiros somos inquestionavelmente de nascença, de berço, de tradição familiar!

Assinado: Sett Ben Qayin.

Ps - Com isto revelado, ninguém terá desculpas para não fazerem a lição de casa que lhes cabem. Logo se poderá ver, quem é sério na Arte e quem não é!
Eis o desafio!

Postar um comentário